ETF de Ethereum deve ser aprovado antes de ETFs de Bitcoin físico, diz analista

Enquanto as instituições financeiras assimilam os novos ETFs de Bitcoin (BTC), outro produto pode estar a caminho do mercado. De acordo com James Seyffart, analista da Bloomberg Intelligence, um ETF de futuros de Ether (ETH) pode chegar ao mercado já no primeiro trimestre de 2022.

Seyffart disse que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aprovará o ETF no ano que vem. O analista também afirmou que um ETF de BTC à vista também será aprovado em 2022.

“Eu realmente acho que vamos ver um lançamento de um ETF de futuros de ETH no primeiro trimestre de 2022. Quando Gensler (Gary Gensler, presidente da SEC) deu a sua fala em 3 de agosto delineando como arquivar e lançar um ETF de BTC, o interesse aberto foi de cerca de US$ 1,3 bilhão. Estamos basicamente lá agora por interesse aberto da ETH”, disse o analista.

Ou seja, o caminho das pedras já foi traçado com a aprovação dos ETFs de futuros do BTC. Agora, o caminho para o mesmo produto voltado para a segunda maior criptomoeda do mercado está aberto.

De acordo com o analista, existem pelo menos dois ETFs de ETH no mercado: The Ethereum Strategy ETF, da VanEck, enquanto o segundo chama-se Ether Strategy ETF e foi criado pela ProShares.

No momento, ambas as propostas foram retiradas pelas gestoras. Mas com o sucesso dos ETFs de BTC, elas devem ser recolocadas na mesa no início de 2022.

Mercado clama, SEC reluta

Embora amplamente considerado um tipo superior de ETF pela comunidade, até agora a SEC relutou em aprovar um ETF de BTC à vista. Dos três fundos aprovados nos EUA, todos negociam com base nos contratos futuros da Chicago Mercantile Exchange (CME).

Assim como o BTC, a ETH também possui futuros negociados na CME. Nesta semana, a bolsa lançou minicontratos de ETH, que são negociados a 10% do preço da criptomoeda.  pela Bloomberg TV sobre seus pontos de vista sobre o potencial de um Etherum ETF, Sam Bankman-Fried, Co-fundador e CEO da Crypto Exchange FTX, também disse que ele não ficaria surpreso ao ver tal ETF aprovado.

Enquanto isso, uma notícia negativa foi veiculada na terça-feira (2). A SEC solicitou que a criadora do ETF Direxion retirasse sua proposta para criação de um ETF. O fundo, intitulado Direxion Bitcoin Strategy Bear ETF, ofereceria uma exposição de curto prazo ao preço do BTC.

Segundo Sayffart, o ETF da Direxion apresentava uma série de problemas. “No fundo, não era diferente de vender contratos futuros diretamente”, criticou o analista.

ETFs à vista enfrentam resistência

Além dos ETFs de ETH, Seyffart também alertou sobre a possibilidade da SEC aprovar um ETF à vista de BTC. No entanto, o ETF de ETH deverá vir ao mercado antes do de BTC.

Devido a preocupações com regulação no mercado subjacente de Bitcoin, a SEC tem adiado decisões sobre ETFs de mercado à vista. Uma dessas preocupações é com a segurança dos investidores, bem como da custódia das criptomoedas.

Os ETFs à vista realizam a custódia direta dos ativos que possuem. Dessa forma, esse tipo de ETF de BTC compraria a criptomoeda e a manteria em seu balanço. Por exemplo, o QBTC11, da gestora brasileira QR Capital, é um exemplo de ETF à vista.

Leia também: Play-to-Earn: 10 jogos para acompanhar em Novembro!

Leia também: Solana salta mais de 10% e supera Cardano em valor de mercado

Leia também: B3 pode começar a tokenizar ativos com tecnologia blockchain, sugere CEO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.