Empresa de tecnologia revela investimento de R$ 2,6 milhões em Bitcoin

A Globant comprou US$ 500 mil em Bitcoin, cerca de R$ 2,6 milhões, no primeiro trimestre deste ano. A informação foi divulgada pelo perfil Documenting Bitcoin nesta terça-feira (25).

Em um relatório enviado à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, sigla em inglês), a companhia revelou o investimento realizado exclusivamente em Bitcoin. No entanto, não revela a data de compra, tampouco a quantidade adquirida em BTC.

Com o investimento, a empresa de tecnologia se une a outros investidores institucionais que apostam no mercado de ativos digitais.

Negociação milionária

Fundada em 2003, a Globant é sediada em Luxemburgo. A companhia, com US$ 8,5 bilhões em valor de mercado, está listada na Bolsa de Valores de Nova York.

Atualmente, as operações da empresa se estendem a diversos países, entre eles Brasil, EUA, México, Índia e Inglaterra.

De acordo com documentos enviados à SEC, a gigante do segmento de software adquiriu mais de R$ 2,6 milhões em Bitcoin.

Como a empresa não revelou o valor pago por unidade, não é possível mensurar a quantidade de BTC negociados.

Valorização da criptomoeda

Apenas no primeiro trimestre de 2021, o Bitcoin valorizou quase 130%. Parte dessa alta é atribuída a investimentos institucionais alocados nos últimos meses.

Após o hype, o mercado de moedas digitais passou por correções expressivas nas últimas semanas. O BTC chegou a perder quase 60% de seu preço, tendo recuperado parte da queda recentemente.

No momento de escrita desta matéria, o Bitcoin está cotado a US$ 38.267,06, aproximadamente R$ 203.332,00.

Investidores aproveitaram o mergulho do mercado e aumentaram suas reservas de criptomoedas, como fez Michael Saylor. O CEO da MicroStartegy anunciou a compra de mais Bitcoins em maio.

“A MicroStrategy comprou 229 Bitcoins adicionais por US$ 10 milhões em dinheiro. O preço médio de R$ 43.663 por BTC”, disse na época.

Globant se une a outras empresas

Em 2021, empresas anunciaram investimentos em criptomoedas. Em abril, a asiática Nexon revelou a compra de R$ 500 milhões em Bitcoin.

Recentemente, o gigante do e-commerce Mercado Livre também negociou algumas unidades da criptomoeda.

Leia também: Analista prevê próximos preços de Cardano, XRP e Dogecoin 

Leia também: Investidores sacam R$ 9,5 bilhões em Ethereum em 24 horas

Leia também: 6 criptomoedas com grandes chances de recuperação, segundo trader

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.