Empresa de oleoduto paga R$ 26 milhões em criptomoedas a hackers

Na segunda-feira (10), o CriptoFácil noticiou sobre um ataque hacker ao oleoduto Colonial Pipeline, maior rede de transportes de combustíveis dos Estados Unidos que atende metade do país. Nesta quinta-feira (13), foi revelado que a companhia pagou aproximadamente US$ 5 milhões (mais de R$ 26 milhões) aos hackers. 

De acordo com um relatório da Bloomberg, o resgate foi pago poucas horas após o hack. Destaca-se que relatórios anteriores davam conta de que a Colonial havia se recusado a fazer o pagamento.

Hack gerou crise que elevou pressão por pagamento

O ataque foi protagonizado por hackers que interromperam as operações da companhia com um ataque de ransomware paralisante.

Como consequência, instaurou-se no país uma crise nacional. Os preços do gás natural dispararam em meio ao pânico de compras.

Segundo fontes familiarizadas com o assunto, o pagamento do resgate se deu após pressões para que a companhia normalizasse o fornecimento de combustíveis.

Uma outra fonte informou ainda que os funcionários do governo dos EUA estariam cientes do pagamento.

Após enviar as criptomoedas exigidas, a Colonial recebeu dos hackers uma ferramenta para retirar a criptografia dos arquivos, a fim de restaurar a rede desativada.

Entretanto, a lentidão da ferramenta só permitiu que a empresa retomasse o embarque de combustíveis na quarta-feira (12).

Mesmo assim, a companhia informou que levará alguns dias para que o sistema possa voltar a funcionar com capacidade plena.

Hackers são do grupo DarkSide

Conforme revelou o FBI, os criminosos estão vinculados a um grupo chamado DarkSide. Eles são especializados em extorsão digital e acredita-se que estejam localizados na Rússia ou no Leste Europeu. 

Embora a Colonial Pipeline tenha efetuado o pagamento do valor extorquido, o FBI orienta que as organizações não façam o mesmo.

Afinal, não há garantias de que os hackers irão, de fato, desbloquear arquivos e sistemas. Além disso, os pagamentos incentivam outros ataques.

De uma forma ou de outra, este ataque evidencia a vulnerabilidade da infraestrutura digital no país.

Nesse sentido, o presidente dos EUA, Joe Biden, assinou ainda na quarta-feira uma ordem executiva que estabelece padrões básicos de segurança cibernética para agências do governo e seus contratantes.

Leia também: Alta chegou ao fim? Veterano explica se criptomoedas ainda subirão

Leia também: Cuidado: primeiro resultado do Google para MetaMask é golpe

Leia também: 5 tokens baratos e promissores para lucrar na alta, segundo analista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.