Em meio a FUD e golpes, especialista indica cuidados com criptomoedas

Investidores de criptomoedas devem agir com cautela após os recentes acontecimentos do mercado, segundo o CEO da BitcoinTrade. Para Bernardo Teixeira, tomar decisões financeiras no impulso é prejudicial aos negócios.

Neste momento, o ideal é “abrir mão” do medo que se instaurou no segmento e ser racional. Ao CriptoFácil, o especialista também comentou sobre a importância de avaliar os cenários, inclusive passados, e de compreender os conceitos do mercado.

Seja racional

Após os recentes eventos do mercado, grupos de criptomoedas acompanharam o Bitcoin e sofreram duras correções. Dominados pelo pânico, alguns investidores venderam suas reservas de ativos digitais.

“Correções sempre acontecem e seguirão acontecendo. O grande problema é que muitas pessoas acabam esquecendo disso e, após um longo período de euforia, entram em desespero na hora que os ajustes chegam”, disse Teixeira.

Segundo o executivo, raros são os momentos em que os investidores devem se preocupar com o “termômetro da incerteza”. Isso porque o segmento funciona de forma cíclica.

Ou seja, Teixeira compreende que o mercado possui diversas fases, ora em alta ora em baixa. O importante é agir de forma racional e respeitar esses ciclos.

“Isso afeta também os mais novos investidores. Alguém que tenha entrado para o mercado de criptomoedas no meio do ano passado, por exemplo, ainda não tinha encarado uma grande correção como a que vimos em maio.”

Teixeira sugere que os investidores estudem o mercado e consultem informações diversas, não apenas de uma fonte. Desta forma, a base de conhecimento no setor será mais crítica e bem fundamentada.

Não existe rendimentos fixos

Teixeira aproveita para dizer que é importante desconfiar de negócios demasiadamente prósperos e garantidos. O especialista diz que para se assegurar de estar investindo em um projeto sério é necessário mergulhar em pesquisas.

O CEO da BitcoinTrade recomenda um “estudo de campo” para apurar opiniões e experiências de terceiros com determinadas empresas.

“Quando algo não parece muito certo é porque, de fato, não é. No mercado de criptomoedas não existe retorno garantido. As criptomoedas são ativos [digitais] extremamente voláteis. Se existe promessa de renda fixa, fuja”, aconselhou.

Esta semana, a Câmara dos Deputados realizou uma audiência para discutir indícios de crimes financeiros por parte de empresas com foco em criptomoedas. Investimento Bitcoin e Atlas Quantum são suspeitas de pirâmide.

Leia também: Bitcoin e Ethereum estão prestes a retomar a alta, diz analista

Leia também: OKEx e LocalBitcoins liberam pagamentos com PIX

Leia também: Empresas de criptomoedas devem seguir normas de bancos, diz MPF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.