Eletrobras dispara 8% e analistas estimam até 60% de alta

O Senado aprovou na quinta-feira (17) a Medida Provisória (MP) que estabelece a privatização da Eletrobras (ELET6). A votação foi acirrada, com 42 votos a favor frente a 37 votos contrários. Em consequência disso, as ações se valorizaram R$ 47,35 no pregão desta sexta-feira (18), uma alta expressiva de 9,47%.

Eletrobras

O forte desempenho veio após uma queda de 3% no dia anterior, marcado principalmente pelo clima de incerteza quanto à aprovação da MP, cuja aprovação representou uma vitória para o governo e a equipe econômica.

Serão emitidas novas ações, a serem vendidas no mercado sem a participação da empresa, resultando, portanto, na perda do controle acionário mantido atualmente pela União. Através da emissão de ações, a projeção é de que o governo reduzirá sua fatia nas ações com direito a voto de 6o% para 45%.

Ainda assim, o projeto recebeu uma série de mudanças por parte dos senadores. Os principais destaques foram os seguintes:

  • Aumento de 6 mil megawatts (MW) para 8 mil MW a quantidade de energia contrata pelas usinas térmicas;
  • Detalha a localização das térmicas, que atenderão todas as regiões do país;
  • A entrega de energia deverá acontecer entre 2026 a 2028, com período de fornecimento de 15 anos;
  • Contratação realizada pelo preço máximo equivalente ao teto da geração a gás do leilão A-6 de 2019, com correção.

Com efeito, a MP retornará para a Câmara dos Deputados, que deverá aprovar ou não as modificações. A data para a nova votação foi marcada para a segunda-feira (21).

Privatização deve impulsionar ações da empresa

Segundo analistas do Credit Suisse, a MP deve ser aprovada com facilidade na Câmara. Finalizada a etapa política, terá início a parte econômica, com o valuation das novas ações. Esse trabalho será realizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Com base nesse cenário, os analistas preveem que a ação pode atingir o patamar de R$ 65, o que indica uma valorização de 33% ante o fechamento da quinta-feira. No cenário mais pessimista, as ações ainda teriam potencial de valorização em 22%, na faixa entre R$ 50 e R$ 55.

Em contrapartida, a equipe do Bradesco BBI estima as ações da empresa atingindo R$ 60 e R$ 70 por ação. O potencial de valorização, de acordo com esses valores destacados pelo banco, seria entre 37% e 61% acima frente o fechamento da sexta-feira.

Por fim, a próxima etapa crítica é finalizar a modelagem da operação de capitalização. O principal desafio, na visão dos analistas, é o segmento nuclear. A subsidiária Eletronuclear, incluindo as usinas de Angra 1, 2 e o projeto Angra 3, tem que ser “cindida” da Eletrobras antes da privatização.

Leia também: Unick lavou R$ 269 milhões com empresas de fachada, acusa MPF 

Leia também: VeChain, Algorand e Matic podem saltar até 85% no curto prazo

Leia também: Transações de Dogecoin caem para níveis de 2018; hype acabou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.