Dólar atinge menor cotação em 6 meses; como isso impacta o mercado?

Não há pregão na B3 nesta quinta-feira (3), em razão do feriado de Corpus Christ. A “folga” colocou o dólar, que fechou com queda de 1,2% na quarta-feira (2), nos holofotes. Encerrando o pregão valendo R$ 5,08, a moeda estadunidense atingiu seu menor preço desde dezembro de 2020.

Em 30 dias, o dólar acumula perdas de 6,59%, reforçadas na maior parte pelos números positivos do PIB brasileiro. Porém, o dólar perde força também no mundo, como mostra a cotação do índice DXY.

Dólar

Analistas e investidores acreditam que o dólar pode chegar a R$ 4 nesse ritmo, ainda enxergando boas oportunidades com esta mudança.

Chance de dolarizar patrimônio

Pelo menos dois motivos foram apontados para a queda do dólar. O primeiro deles é a impressão de dinheiro realizada pelos Estados Unidos. Apenas em 2021, a cifra superou os R$ 10 trilhões.

A alta nos preços das commodities também contribuiu para a desvalorização. Com preços mais altos, países exportadores de commodities aumentaram suas vendas. O aumento na exportação reforçou as reservas de dólar, consequentemente valorizando as moedas nacionais.

Na avaliação de Fernando Ulrich, a queda do dólar é uma excelente janela de oportunidade para quem busca se expor a investimentos em dólar.

“Abre-se uma janela interessante para dolarização de patrimônio (isso não significa investir tudo). Não se esqueçam: Brasília é imprevisível e ano que vem temos eleições”, disse Ulrich em seu Twitter.

Comprar ativos cotados em dólar, como ações nos Estados Unidos, é uma forma de proteção contra a insegurança jurídica do Brasil. Além disso, cria-se proteção contra a volatilidade da moeda brasileira.

Como isso afeta o Bitcoin?

A despeito do feriado, o mercado ainda terá um último pregão na sexta-feira (4). Esta é a chance que o dólar tem de encerrar a semana abaixo dos R$ 5,00.

Na sua live diária, o trader Augusto Backes afirmou que essa queda pode acontecer. Contudo, Backes não apontou uma data para o fato. O momento, aliás, é similar ao de outras crises onde o preço do real passou por apreciações.

“Acredito que o dólar cai abaixo dos R$ 5,00. O real se valorizou frente ao dólar depois das crises de 2000 (bolha pontocom) e 2008 (subprime). A estratégia de impressão de dólar em 2008 foi tão satânica que os países exportadores de commodities conseguiram valorizar suas moedas”, explicou.

Se o dólar cai lá fora, o Brasil começa a ter um BTC mais barato. Em caso de novas quedas no preço internacional, a criptomoeda entraria em uma dupla promoção, com queda em dólar e em reais.

Ver o BTC em alta no exterior e queda no Brasil é algo raro desde 2020. Com a iminente fraqueza do dólar, excelentes oportunidades de compra podem surgir.

Leia também: Artista da Marvel vende 6 NFTs de obras exclusivas

Leia também: Preço do Bitcoin pode derreter em 17 de junho; entenda o motivo

Leia também: Ethereum e outros 2 tokens estão prestes a disparar, recomenda analista 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.