Coinbase lista Dogecoin na quinta-feira: possível alta a caminho?

A criptomoeda Dogecoin (DOGE) enfim será listada na Coinbase, conforme anúncio divulgado no blog da exchange nesta terça-feira (1º). Agora, os usuários da Coinbase poderão depositar suas DOGE na Coinbase Pro.

Na quinta-feira (3), as negociações da criptomoeda serão definitivamente liberadas a partir das 5h da manhã (horário de Brasília). No entanto, a liberação será condicionada à liquidez do mercado.

Pares de negociação e fases de lançamento

Em geral, as listagens de criptomoedas na Coinbase ocorrem em quatro fases, na seguinte ordem:

  • Transferência: os clientes poderão transferir o novo ativo para sua conta Coinbase Pro. Negociações de compra ou venda não são permitidas;
  • Pós-transferência: no segundo estágio, os clientes podem criar ordens limite, contudo, elas não serão executadas. Os livros de ordens ficarão no modo de criação de ordens por no mínimo um minuto;
  • Ordens limite: no terceiro estágio, as ordens limite começam a encontrar preços correspondentes, ainda sem haver execução;
  • Negociação total: a fase final, com os serviços de negociação completa liberados. Os usuários poderão incluir ordens de compra e venda, limite, mercado e stop.

Quanto aos pares de negociação, o par DOGE/Bitcoin (DOGE/BTC) será liberado. Adicionalmente, serão criados mais três pares: DOGE/Dólar (DOGE/USD), DOGE/Euro (DOGE/EUR) e DOGE/Libra (DOGE/GBP).

As negociações de DOGE não serão liberadas para o site ou aplicativo. Tal procedimento de listar as criptomoedas no serviço Pro é um padrão já conhecido na Coinbase.

Listagem da DOGE divide opiniões

A forte disparada no preço da DOGE levou a um clamor pela sua listagem na Coinbase, e agora o fato consumado dividiu opiniões no chamado CryptoTwitter.

Muitas pessoas criticaram a listagem da DOGE em detrimento de outras criptomoedas com projetos mais consolidados. Outros especularam que a listagem seria uma forma da exchange buscar o lucro com as taxas de negociação.

“Vocês (Coinbase) poderiam se concentrar mais em alguns projetos sólidos aqui, em vez de aumentar as taxas de negociação de curto prazo?”, questionou um usuário.

O auge da DOGE ocorreu entre 13 de abril e 8 de maio. Em 25 dias, a criptomoeda-meme foi impulsionada pelas redes sociais e saiu de R$ 0,42 para a sua máxima histórica (R$ 3,66).

Desde então, a correção que afetou o mercado foi mais forte do que os fãs da DOGE ou as mensagens de Elon Musk. Nos últimos 30 dias, a criptomoeda perdeu mais de 50% de seu valor, atingindo os R$ 1,70 no momento da escrita desta matéria.

Valorização da DOGE em 2021. Fonte: CoinMarketCap.

Leia também: Criador da DOGE: mercado de criptomoedas é movido por grandes tolos

Leia também: Exchanges em maio movimentam R$ 11,9 trilhões em criptomoedas

Leia também: Taxa do Bitcoin atinge nível mais baixo em 6 meses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.