Cash App lança serviço que permite investir parte do salário em Bitcoin

A conferência Bitcoin 2022, realizada em Miami, Flórida, teve um dia marcado de grandes lançamentos nesta quinta-feira (7). Um deles partiu da Block, empresa de pagamentos do ex-CEO do Twitter Jack Dorsey, que anunciou várias funcionalidades voltadas para o Bitcoin (BTC).

Em primeiro lugar, a empresa lançou um serviço chamado “Paid in Bitcoin”, voltado para os usuários do aplicativo Cash App. De acordo com a empresa, a função permitirá, a quem recebe salários pelo aplicativo, escolher se quer receber parte do pagamento em BTC.

A escolha será realizada pelo próprio usuário do Cash App através de sua conta. Dessa forma, ele poderá receber uma parte ou todo o salário em BTC. O valor escolhido será convertido na criptomoeda e depositado diretamente na carteira da pessoa no Cash App.

Segundo Miles Suter, líder de produtos de criptomoedas do Cash App, a funcionalidade tem como missão facilitar o investimento em BTC em um só lugar. Logo, o cliente não precisará abrir conta em uma exchange e enviar dinheiro para lá.

Investindo seu troco

O recebimento de salários em BTC foi a primeira das três novidades anunciadas por Suter para o Cash App. A segunda foi um recurso chamado “Round up” voltada para quem usa o cartão de débito. Conforme explicou o executivo, a função permitirá converter o troco das compras em BTC.

Por exemplo, imagine que alguém realiza uma compra de US$ 4,50 no supermercado através do Cash App. Na hora de passar a compra, a pessoa terá a opção de arredondar este valor para  US$ 5,00. Os US$ 0,50 extras serão convertidos em BTC e adicionados à carteira do aplicativo.

Apesar de serem pouco comuns no Brasil, os aplicativos de arredondamento de troco são populares nos EUA, inclusive no mercado de criptomoedas. Eles são muito utilizados por ONGs, que estimulam a doação de troco das compras. Nas criptomoedas, aplicativos como o Coinbits também são populares nos EUA.

Suporte para a Lightning Network

Por último, Suter anunciou um recurso voltado para o uso da Lightning Network (LN). A Block integrou a LN com o Cash App em fevereiro, mas o novo recurso pretende facilitar os pagamentos através da rede de segunda camada.

Parte dessas mudanças envolve a expansão do uso da LN no aplicativo. A integração anunciada em fevereiro permite somente enviar BTC através da rede. Mesmo com um endereço LN, a carteira não permite o recebimento da criptomoeda.

Suter afirmou que isso mudará em “um futuro próximo”, embora não tenha anunciado uma data. O executivo também falou que os pagamentos serão facilitados por meio de novos tipos de QR Codes.

“Em breve, os clientes também poderão receber o Bitcoin através da rede relâmpago, simplesmente compartilhando seu QR Code ou solicitação de pagamento. Esse novo recurso promove a missão do aplicativo em dinheiro para fazer bitcoin utilizável como moeda”, disse a Block em uma declaração.

Contudo, o serviço não estará disponível para todos os usuários do Cash App. Apenas cidadãos dos EUA poderão realizar e receber pagamentos via LN, disse a empresa. Mesmo no país, os pagamentos não estarão liberados para moradores do estado de Nova York – presumivelmente por causa a onerosa BitLicense em vigor por lá.

Leia também: eToro anuncia que vai investir milhões na criação de NFTs

Leia também: NFTs movimentaram US$ 12 bilhões no 1º trimestre de 2022, aponta relatório

Leia também: WeChat, WhatsApp da China, adiciona suporte para pagamentos com CBDC chinesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.