Brasileiros negociaram R$ 4,9 bilhões em Bitcoin em março; salto de 28% em relação à fevereiro

O mês de março não foi tão positivo para o Bitcoin (BTC) como os investidores gostariam, já que a criptomoeda recuou quase 5% no período na cotação em reais. Apesar disso, as negociações de BTC no Brasil aumentaram no mês passado.

Em comparação com o mês de fevereiro, o volume de Bitcoins negociados em março recuperou o fôlego após ter recuado quatro meses seguidos, aumentando 28,56%. Além disso, considerando o valor em reais, trata-se de aumento equivalente de 27,21%.

Movimentação de Bitcoin no Brasil

De acordo com o relatório do Cointrader Monitor (CTM) – que reúne dados das exchanges de criptomoedas que operam no Brasil – os brasileiros negociaram 23.181,44 Bitcoins de 1º a 31 de março. Em reais, isso equivale a R$ 4.873.927.878,31 (R$ 4,9 bilhões).

Em comparação com março de 2021, o volume movimentado de BTC recuou 15,03%. Isso porque o volume naquele mês foi de 27.280,79 Bitcoins.

Enquanto isso, o volume de Reais necessários para movimentar a quantidade de Bitcoins em março de 2022 foi 42,81% menor do que março de 2021.

Como mencionado, o BTC variou negativamente em março. No primeiro dia daquele mês, o valor do Bitcoin era de cerca de R$ 228.902. E, no dia 31, o preço recuou para R$ 217.626.

Nesta terça-feira (2), o Bitcoin está sendo negociado a R$ 218.076, segundo o CTM

Variação de preço do Bitcoin em março de 2022

Binance segue liderando em volume de Bitcoin

Para o levantamento, o site coletou os dados das APIs disponibilizadas por 34 exchanges. As corretoras consultadas incluem: Binance, Mercado Bitcoin, BitcoinToYou, BitcoinTrade, FTX, BitPreço e Alter.

O relatório destacou que a Binance segue sendo a exchange com maior volume de BTC negociado. A corretora é líder em negociações em BTC no Brasil há um ano, tendo negociado 11.254,73 Bitcoins no último mês.

Dessa forma, a Binance foi responsável por 48,55% das negociações de Bitcoins no Brasil, aumentando sua participação no mercado nacional e tendo alcançado a maior participação mensal de uma exchange já registrada pelo Cointrader Monitor.

Depois da Binance, em termos de volume negociado em janeiro, está a BitPreço com 2.986,94 Bitcoins. Em seguida, vem BitcoinToYou com 2.076,53 BTC movimentados. 

Volume das exchanges. Fonte: Cointrader Monitor

O relatório do CTM destacou ainda que, no mês de março, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi o dia 16. Na data, 1.381,13 BTC, equivalentes a R$ 288.768.583 foram transacionados. Naquele dia, o preço do Bitcoin sofreu uma correção saindo de R$ 210.800 para R$ 202.200.

Por outro lado, o dia com menor movimentação foi 20 de março, quando 330,28 BTC (R$ 68.781.830) foram movimentados. Naquela data, o Bitcoin era negociado em torno dos R$ 210.000.

Por fim, o CTM informou que o volume médio diário do mês de março de 2022 foi de 747,79 BTC.

Leia também: Bitcoin, Ethereum e Solana valorizaram de 30% a 70% desde a invasão russa à Ucrânia 

Leia também: Rapper vai transformar músicas em avatares para game de metaverso

Leia também: Hackers roubam mais de R$ 72 milhões do protocolo DeFi Inverse Finance

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.