Bitcoin precisa encerrar o dia acima de US$ 41.000 para retomar alta

Depois que o Bitcoin surpreendeu o mercado, superando US$ 40 mil, os traders passaram a observar os próximos níveis esperando uma nova alta. Segundo o analista Ray Salmond, um fechamento acima de US$ 41 mil é fundamental para a criptomoeda nesse momento.

Na segunda-feira (14), o BTC saiu da faixa entre US$ 31 mil e US$ 39 mil. Em seguida, os investidores começaram a especular qual valor o Bitcoin precisaria romper para iniciar uma nova alta.

De acordo com Salmond, se a criptomoeda fechar acima de US$ 41 mil, pode valorizar ainda mais:

“O preço do Bitcoin ficando acima de US$ 41 mil geraria um impulso de alta para US$ 47 mil”, disse.

Contudo, segundo ele, esse não será um caminho fácil. Afinal, o volume de compras atual ainda é consideravelmente baixo. Além disso, existe a possibilidade da formação gráfica da chamada “cruz da morte”. Essa formação ocorre quando as médias móveis de 50 e 200 dias se cruzam em um movimento de baixa.

“O Bitcoin está em seu nível mais alto desde maio, uma recuperação notável. Mas o criptoativo ainda não conseguiu romper e o mais importante, fechar acima de US$ 41.000.”

Bitcoin voltará a subir?

Embora o sentimento tenha melhorado e o mercado de futuros tenham se recuperado, ainda não é possível confirmar se a tendência de alta foi retomada, segundo Salmold.

Para se sentir realmente otimista com uma recuperação do mercado, Salmond espera um aumento mais forte. Mais precisamente, algo que empurrasse o Bitcoin para a casa dos US$ 50 mil.

Na mesma linha, o analista Marcel Pechman disse que, apesar de o momento não ser de otimismo, também não há sinal de que existe medo extremo no mercado.

“As mesas de arbitragem e os marcadores de mercado estão atualmente desconfortáveis ​​com o preço do Bitcoin. No entanto, o atual desvio positivo de 7% está longe dos 20% de medo exagerado visto no final de maio”, disse.

De qualquer forma, mesmo que os traders estejam em dúvida a tendência do BTC, diversas métricas mostram que os investidores ainda veem a recente queda para US$ 30 mil como excelente oportunidade de compra.

Leia também: Brasil tem o terceiro maior volume de Bitcoin movimentado em P2P na América Latina

Leia também: 4 criptomoedas para comprar nesta baixa, segundo Augusto Backes

Leia também: Brasileiro soluciona erro no Bitcoin e tem nome marcado na história

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.