Bitcoin mudou o crime online e facilita vida dos hackers, diz ex-Facebook

Durante uma palestra no Collision 2021, da Web Summit, o ex-diretor de segurança do Facebook criticou o Bitcoin.

Para Alex Stamos, o BTC e as criptomoedas no geral são responsáveis por tornar os crimes financeiros virtuais ainda mais atrativos.

Segundo o Dinheiro Vivo, que acompanhou o evento na terça-feira (20), o perito disse que as moedas digitais “facilitaram a vida dos hackers”.

Bitcoin facilita vida de hackers?

Os crimes virtuais são um jogo de gato e rato. Ferramentas são criadas para proteger sistemas online e, como resposta, hackers desenvolvem novos métodos de invadir tais sistemas.

Embora compreenda a situação, Stamos atribuiu às criptomoedas o cenário a nova onda de golpes aplicados na internet.

“O Bitcoin revolucionou o crime online e facilitou a vida aos hackers e resolveu o problema antigo da forma de receber pagamentos”, declarou o perito.

Vida dupla

O especialista em cibersegurança não traça um perfil detalhado do criminoso. No entanto, não descarta que os hackers possam levar uma vida dupla. Trabalhando, inclusive, para o Estado.

“É difícil ter um negócio legítimo que não possa ser alvo de hackers patrocinados por Estados. […] Em mundo em que os hackers são tão bons quantos os especialistas e há alguns especialistas que trabalham de dia para o Estado e de noite são hackers”.

Especialista recupera mais de R$ 600 milhões

No evento, Stamos relatou uma situação que viveu quando trabalhava para o Facebook. O especialista disse que sua equipe identificou o desvio de US$ 110 milhões, cerca de R$ 612,5 milhões.

O perito garante que o dinheiro foi rastreado e recuperado, e os criminosos presos. Mas se fosse hoje, na concepção de Stamos, “seria quase impossível encontrá-los” com as moedas digitais.

“As criptomoedas criaram uma economia de pessoas que estão sendo enganadas”, incitou.

Stamos aproveita para dizer que os crimes não se limitam apenas às grandes empresas. Startups, por exemplo, também podem estar na mira dos criminosos.

NFTs

As críticas de Stamos se estenderam até aos tokens não-fungíveis (NFTs, sigla em inglês). Para o ex-executivo do Facebook, os ativos digitais não passam de produtos para “enganar as pessoas” no ecossistema blockchain.

“[Embora] interessante intelectualmente, não faz sentido na maioria dos casos na sociedade humana”, declarou.

Moeda digital do Facebook

Recentemente, o Facebook anunciou o interesse em lançar a moeda digital Diem. De acordo com fontes, a stablecoin será lastreada em dólar estadunidense e deve entrar em teste ainda este ano.

A notícia veio a público no mesmo dia da palestra de Stames. No entanto, o executivo não comentou sobre o assunto.

Leia também: 5 criptomoedas para lucrar mesmo durante a queda do Bitcoin

Leia também: Alta do Bitcoin chegou ao fim, diz famoso trader

Leia também: Fernando Ulrich: governos podem sabotar o Bitcoin impondo altas taxas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.