Bitcoin cai após Banco Central Europeu elevar juros ao maior nível desde 2009

Após quase uma semana inteira de valorizações, o mercado de criptomoedas voltou a registrar perdas. Nesta sexta-feira (28), o Bitcoin (BTC) caiu 2,5% e interrompeu seu rali de alta que chegou a se aproximar dos US$ 21 mil.

O motivo dessa valorização foi a decisão do Banco Central Europeu (BCE) de aumentar as taxas básicas de juros da Zona do Euro. A decisão saiu na quinta-feira (27) e representou um novo aumento de 0,75%, assim como ocorreu na última decisão.

Com isso, a taxa de juros da Zona do Euro subiu para 1,5%, o maior nível desde 2009, pouco antes do BCE iniciar os cortes. Este é o terceiro aumento de juros realizado pelo BCE em 2022, levando a taxa básica de -0,5% para 1,5%.

Junto com o BTC, as altcoins também registraram fortes perdas, com as perdas mais notáveis ​​vindas de Cardano (ADA), Shiba Inu (SHIB) e Uniswap (UNI). No Top 10, somente a Dogecoin (DOGE) opera em alta de 7,5%, impulsionada pelo fechamento da compra do Twitter feita por Elon Musk.

BTC não supera US$ 21 mil

Os últimos dias foram muito bons para o BTC, confirmando a fama de outubro como um mês positivo para a criptomoeda. De acordo com o CoinGecko, o preço do BTC subiu mais de US$ 1.000 desde a seguna-feira (24) e se viu sendo negociado acima de US$ 20.000 pela primeira vez em semanas.

Na quarta-feira (26), o preço chegou a encostar nos US$ 21 mil, mas não conseguiu ultrapassar este nível. No entanto, o preço voltou a cair após a decisão do BCE. Em questão de horas, o BTC caiu cerca de US$ 1.000, mas conseguiu manter a região dos US$ 20 mil.

O valor de mercado do BTC caiu para R$ 2 trilhões, enquanto seu domínio sobre as altcoins ainda está em 39,6%. Já o Ether (ETH) cai 3,6% e está cotado abaixo dos R$ 8 mil, com R$ 964 bilhões em valor de mercado.

Altcoins operam no vermelho

Além do ETH, as demais altcoins também operam em forte queda nesta sexta-feira, depois de seguirem o movimento do BTC e registrarem ganhos impressionantes registrados nos últimos dias. Porém, a situação é bem diferente agora.

BNB, XRP, Solana (SOL), Polygon (MATIC), Polkadot, Tron e Avalanche caíram em percentagens semelhantes. A Cardano (ADA) registra as maiores perdas do Top 10, com 5,3% de desvalorização. Já a SOL caiu 3,2% e foi ultrapassada pela DOGE, caindo para a 9ª posição em valor de mercado.

Os piores desempenhos das alts de maior capitalização são Cardano, Shiba Inu e Uniswap – todos com queda entre 5 e 7%.

Com a maioria das capitalizações baixas e médias em estado semelhante, o valor de mercado geral de todas as criptomoedas perdeu US$ 30 bilhões em um dia. Como resultado, o valor total caiu abaixo de US$ 1 trilhão.

Agora, o mercado fica na espera da decisão do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, que se reúne nos dias 1 e 2 de novembro. O mercado espera que o Fed também aumente os juros nos EUA em 0,75%, o que elevaria a taxa básica do país para 4%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.