Binance teria apresentado relatório anual ‘grosseiramente impreciso’ no Reino Unido

Uma reportagem do Financial Times publicada nesta quinta-feira (13) afirmou que a exchange de criptomoedas Binance forneceu um relatório anual “grosseiramente impreciso” para uma das entidades do Reino Unido. A acusação teria partido de um coproprietário da Dimplx, empresa britânica formada como parte de uma joint venture com a Binance.

De acordo com os diretores da Dimplx, a exchange apresentou demonstrações financeiras de 2020 de uma de suas empresas que “não relatam com precisão” a natureza de seus negócios. Além disso, o relatório, segundo a acusação, não apresenta com clareza o faturamento, os ativos e os passivos da empresa, “incluindo potenciais obrigações fiscais”.

Binance com problemas no Reino Unido

Conforme reportou o portal FT, a Dimplx fez a alegação em seus próprios registros este mês à Companies House, o principal registro de negócios do governo. A empresa levantou questões sobre o papel que as empresas do país desempenharam nas operações globais da Binance no período antes do alerta da Autoridade de Conduta Financeira, a FCA, contra a empresa.

A FCA emitiu um alerta informando sobre a atuação irregular da Binance no Reino Unido em junho de 2021. O regulador expressou preocupações sobre a Binance, alertando que seus “produtos financeiros complexos e de alto risco [representam] um risco significativo.

Além disso, a FCA disse que a Binance não forneceu informações básicas sobre as suas operações globais. Isso inclui, por exemplo, “nomes comerciais e funções para todas as entidades do grupo globalmente”. A exchange, por sua vez, disse que pretende restabelecer as relações com a FCA. Em seguida, vai solicitar mais uma vez a supervisão do Reino Unido para as suas operações.

A Binance e a Dimplx criaram uma joint venture no Reino Unido em 2019. Mas a relação entre as empresas não vai bem. A Dimplx chegou a afirmar que processaria a Binance, mas se recusou a dar detalhes disso. Enquanto isso, a Binance afirmou que diante das ameaças de litígio dos acionistas, não poderia responder a todas as alegações. “No entanto, entendemos que os acionistas minoritários estão desapontados com o fato de a joint venture não ter dado frutos”, disse apenas.

Binance Digital

As acusações de Dimplx citam uma segunda entidade da Binance do Reino Unido, a Binance Digital, que foi incorporada no país em novembro de 2019. A Dimplx detém 20% da empresa e o fundador da Binance, Changpeng Zhao, o CZ, tem a participação majoritária.

O diretor da Dimplx, Simon Dingle, que atuou no conselho da Binance Digital até dezembro de 2020, alegou diversas imprecisões nas contas da Binance Digital de 2020. O relatório da exchange para aquele ano sugeriu que a Binance Digital detinha cerca de 100 milhões de libras em “dinheiro e/ou saldos bancários” e que a mesma quantia era devida aos “credores”.

Os diretores da Diimplx acreditaram que esse montante representava saldos mantidos “em nome dos clientes da Binance Digital”. No entanto, as demonstrações financeiras registraram “zero volume de negócios ou taxas em relação a quaisquer transações realizadas com qualquer cliente durante o exercício”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.