Análise: instituições preferem Cardano, XRP e Polkadot em vez de Bitcoin

Uma pesquisa recente revelou que as instituições não estão aproveitando a baixa do Bitcoin para acumular a criptomoeda. Em vez disso, os grandes investidores estão adquirindo Cardano (ADA), XRP e Polkadot (DOT).

O levantamento em questão foi realizado pela empresa de ativos digitais CoinShares.

De acordo com a pesquisa, enquanto a queda do preço do BTC derrubou quase todo o mercado, a recuperação pode vir da acumulação de altcoins pelos investidores institucionais.

No relatório, a empresa afirmou que os investidores estão adicionando posições às suas participações em criptomoedas. Ou seja, não vendendo suas posições.

Além disso, o relatório apontou que os produtos de investimento em criptomoedas registraram uma entrada líquida de US$ 74 milhões na semana passada. Antes disso, há duas semanas, as saídas bateram um recorde no valor de US$ 151 milhões.

Preferência nas altcoins

Os dados da CoinShares mostram que o Ethereum (ETH) atraiu US$ 47 milhões em investimentos no período. Dessa forma, respondeu por quase 27% dos ingressos na semana passada.

Ainda segundo o relatório, as criptomoedas baseadas em Prova de Participação, ou PoS, são os ativos mais populares.

Ao todo, ADA, DOT e XRP atraíram entradas de US$ 5,2 milhões, US$ 3,8 milhões e US$ 4,5 milhões, respectivamente na semana passada.

Segundo a CoinShares, isso pode ter relação com as falas de Elon Musk sobre procurar criptomoedas com menor consumo energético.

“Os fluxos de produtos de investimento indicam que as altcoins continuam populares com influxos em todos os produtos de investimento de altcoins.”

Enquanto isso, no mesmo período, o Bitcoin testemunhou saídas de US$ 4 milhões.

No geral, o valor de ADA, DOT e XRP sob gestão (AUM) é avaliado em US$ 27 milhões, US$ 41 milhões e US$ 45 milhões, respectivamente.

Embora não seja o “queridinho” das instituições nesta semana, o Bitcoin permanece no topo com US$ 30 bilhões AUM. Em seguida vem a ETH com US$ 11,82 bilhões.

Leia também: CEO do Twitter: Ethereum, Dogecoin e demais não importam 

Leia também: 56% dos brasileiros não sabe o que é open banking, segundo pesquisa 

Leia também: Tem apenas R$ 100 para investir em criptomoedas? Invista mesmo assim 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.