Advogado do braço direito do ‘Faráo dos Bitcoins’ é assassinado

Foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (31) o ex-policial civil e advogado Carlos Daniel Dias André, de 40 anos. Ele era advogado de Daniel Aleixo Guimarães, braço direito de Glaidson Acácio dos Santos, o “Faraó dos Bitcoins”.

Glaidson está preso desde agosto do ano passado por liderar um suposto esquema de pirâmide financeira. Sua empresa, a GAS Consultoria Bitcoin, teria movimentado mais de R$ 38 bilhões com o esquema.

Além de ser o braço direito de Glaidson, Daniel Aleixo é um dos réus pelo assassinato de Wesley Pessano. No ano passado, assassinaram a tiros o trader de 19 anos dentro de um Porsche avaliado em mais de R$ 440 mil. O crime ocorreu em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Pessano era sócio majoritário da empresa Ares Consultorias e Investimentos. Com sede em Cabo Frio, mesma cidade da GAS, a empresa acumula queixas de clientes que alegam ter sido vítimas de um golpe.

No final do ano passado, a Justiça denunciou Glaidson por tentativa de homicídio pela morte de Nilson Alves da Silva. O “Nilsinho”, que seria um dos concorrentes de Glaidson na Região dos Lagos, sofreu um atentado em março do ano passado, mas sobreviveu. Os executores deste crime também são investigados por envolvimento no homicídio de Wesley Pessano, o que liga os dois casos.

A morte do advogado

De acordo com uma reportagem do O Globo, os tiros que mataram o advogado Carlos Daniel partiram de um homem em uma moto 125 da cor preta. Conforme afirmaram testemunhas, o indivíduo passou pelo veículo onde estava Carlos e seu filho, uma Hilux, e efetuou os disparos.

O crime ocorreu na esquina das avenidas Adolfo Bezerra de Menezes com a rua Conselheiro Paulo de Melo Kalle. O filho do advogado não se feriu no ataque. Contudo, Carlos Daniel morreu na hora.

Informações preliminares dão conta que o carro de Carlos Daniel estava parado no sinal. Então, após ter sido alvejado, o advogado perdeu o controle da direção do veículo e colidiu contra a traseira de um outro carro.

O dono deste carro disse ao jornal GLOBO que estava parado, por volta das  8h, quando o sinal abriu. E foi então que ele escutou um disparo.

Em seguida, ele afirmou que o carro onde estava o advogado bateu em sua traseira. Assim, para não colidir com um ônibus, ele precisou desviar e acabou colidindo com um poste:

“Foi tudo muito rápido. Aconteceu quando o sinal ficou verde. Eu escutei um tiro e senti o impacto. Desci correndo para saber o que estava acontecendo e para tentar salvá-lo. Mas o filho disse que ele já estava morto.”

A Defesa Civil removeu o corpo do advogado do local e o levou para o Instituto Médico-Legal (IML) de Niterói. De acordo com a Polícia Civil, a Delegacia de Homicídios de Niterói foi acionada. Agora, os agentes estão em diligências para apurar a autoria e a motivação do crime.

Leia também: Organizações se unem para arrecadar doações em Bitcoin para famílias de Pernambuco

Leia também: Do Kwon estaria desenvolvendo uma nova stablecoin descentralizada na Terra 2.0

Leia também: Binance libera negociações da LUNA 2.0 e token dispara 49%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.